terça-feira, 30 de março de 2010

E como não sou de modas

e entrámos neste território, sinto-me na obrigação de partilhar convosco e aqui com a minha companheira, dois traillers também dentro deste registo
[indie.parvo.quando.é.que.estreia.afinal]....


e sempre (ou quase sempre) com um denominador comum: o atabalhoado do Michael Cera.

Gentleman Broncos!

tentem lá descobrir quem é que faz de Guru das BD´s! Muahahah muahaha

Youth In Revolt!

I love Francois with that mustache! Muahaha (again, i know!)

domingo, 28 de março de 2010

Muito provavelmente a melhor antevisão de random e genial dos últimos tempos.



Não, a sério. Afinal haverá algo mais “hype” que um um kick ass épico e monumental contra uma série de ex-namorados?

Acho que não.


(e eu sei que ultimamente são muitas as crónicas de manga curta, mas não é possível alguém escrever algo sério e coerente depois de disto; simplesmente não é. num universo alternativo, esta é minha aspiração máxima ao conceito de awesomeness).

terça-feira, 23 de março de 2010

a ouvir:

OST de Match Point e OST de Lost In Translation*



*qualquer coisa de especial.

domingo, 21 de março de 2010

últimas descobertas


quarta-feira, 17 de março de 2010

hmm..



Ultimamente a vontade de viajar dentro de um certo espírito é tanta, mas tanta que é quase como estar homesick..

só que ao contrário.

Belo. Agora vamos trabalhar de novo, shall we?
Fotografia de Wallo Villacorta

segunda-feira, 15 de março de 2010

Burton, meu devasso...

Porque é que a criatura até de lentes de contacto, lábios finamente pintados de escarlate, pele completamente branca e cabelo e sobrancelhas cor.de.laranja cenoura(que mais parece uma reencarnação do Boy George), não deixa de ser atraente e interessante?

Simples. Parce que il est le grand Johnny Depp

Atenção meus caros, vejam o filme. Sim é em 3D, sim foge à rotina de Burton, sim recorre a muitos efeitos especiais, sim está longe de ser a versão original MAS está uma excelente peça cinematográfica.

E por isso,

um sincero bem haja ao sr. Burton.

domingo, 14 de março de 2010

Evidentemente







a culpa é dos cabelos desalinhados. Juro-vos.

Ao fim deste tempo continuo ainda sem saber bem porque é que resulta tão bem. Mas a verdade é que, na minha modesta opinião, resulta lindamente. Isso e aquela barba por fazer.

Boa Noites, deixo-vos com este pensamento. De cima para baixo Johnny Depp, Heath Ledger, Al Pacino, Robert Pattinson, Louis Garrel.


sábado, 13 de março de 2010

CONAN TOUR

QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR. QUERO IR.

...so do you pay me the ticket?

sexta-feira, 12 de março de 2010

#




because it's friday night and I just wanna be happy. Don't you...?
[Luca Gadjus e Elisa Sednaou na Vogue alemã por Vicent Peters]

quarta-feira, 10 de março de 2010

Hoje acordei e estava sol



e o ar da manhã era frio e limpo quando saí à rua de mala na mão, mas ainda assim não tão frio como o gelo do dia anterior.

Os restos da preguiça confortável de dormir enroscada num puff, o velho e inesperado sentimento de nostalgia ao revisitar um percurso familiar, a máquina que agora serve cappucino com baunilha e que me dá um gozo tremendo beber no fundo obscuro das aulas de História de Arte ou o sentimento quase perverso em entrar e sair todos os dias no Chiado, nem que seja com o amontoado de pessoas que escorrem pelas escadas do metro todos os dias... Adoro estas pequenas coisas e juntar-lhe sol que já não via há três meses.

Em termos práticos não parece haver nada de muito diferente com o par de dias atrás em que estava a chover interruptamente

(excepto pela mais perfeita cena que é estar atrasada à espera numa paragem de autocarro, sem abrigo, a tentar segurar três cartolinas de tamanhos diferentes, equilibrar um chapéu-de-chuva e atender o telemóvel - até cair tudo no chão molhado e chegar o transporte, com uma mulher a olhar para nós de soslaio. true.)


mas de facto.. faz uma diferença espectacular. Que seja para ficar.


imagem de “Death Proof” de Quentin Tarantino.



terça-feira, 9 de março de 2010

Rescaldo

Pois que estou de volta com apenas uma pergunta: Quem tinha razão, quem tinha? Quer dizer, pelo menos, grande parte da razão...? Hummmm pois é.

Devo.vos dizer que estes óscares foram pautados por uma previsibilidade chata daí a minha facilidade em acertar na maioria dos prémios.

Bem, mas fazendo um resumo trés eclético, os momentos a salientar são:

-o mais recém par: Steve Martin e Alec Baldwin. Bem acho que aqui não há um melhor momento, uma vez que estiveram muitíssimo bem ao longo de toda a cerimónia. Um bom ritmo, boas piadas e xcelente atitude na entrada da cerimónia, como aliás, já seria de esperar.


ATENÇÃO: Para a altura em que dizem o nome de George Clooney e ficam apenas num staring desafiador com o primeiro. Bom momento assim como as piadas recorrentes à pobre Meryl Streep e suas respectivas nomeações.

-Maravilhosa reacção de Kathryn Bigalow aquando os resultados de melhor filme e melhor realizador. A senhora não poderia ter ficado mais surpreendida que aquilo. Foi genuino e verdadeiro.

ATENÇÃO: Para a altura em que Bigalow começa a babulciar com um óscar em cada mão. Quase que hiperventila.

-Curiosa, senão mesmo caricata, a caracterização de Ben Stiller para a atribuição do galardão de, lá está, melhor caracterização. Se todos os Na'vis fossem assim, de certeza que Avatar era povoado por anõezinhos. Foi um excelente momento de comédia, embora me pareca que Cameron foi um tanto ou nada massacrado em toda a cerimónia com piadas de vários lados. Mas afinal, quem o manda fazer o filme mais rentável de todos os tempos com pessoas azuis? Seriously...

ATENÇÃO: Para a altura em que a sua cauda começa a ser puxada e ele num gesto repentino ao puxá-la para si, arrasta uma enorme cana de pesca.

-Grande surpresa, pelo menos para mim, do prémio de melhor filme estrangeiro. Entre "O Laço Branco" de Heneke e "O Profeta" não sei bem como é que "El Secreto de Sus Ojos" conseguiu a vitória.

-O simples, curto e emocionado discurso de agradecimento de Sandra Bullock. O olhar que lançou ao marido transmitiu a ideia de que união e compreensão ali não faltam. Todavia no meio de tanta emoção, Bullock não deixava de brincar ou gozar com a situação como na altura em que disse ainda ter ainda algum ressentimento pelo facto de Clooney a ter empurrado para um piscina à uns tempos atrás. Fez questão de agradeceu e referir cada nomeada elogiando o novo talento, Gaboury Sibide.


-O momento de consagração do grande Jeff Bridges. Postura espectacular. A referência aos pais que sempre se empenharam para que ele entrasse no mundo do espectáculo, é contada de uma forma tão peculiar. Já nos Globos de Ouro, Bridges tinha dito da forma mais despreocupada: "Sabiam que já dancei nesta sala? A sério, num concurso de dança com a minha avó!".



Confesso que este ano não me lembro de muito mais, ou nada mais me chamou a atenção sem ser as duas, quase três, vezes em que cortaram os discursos de agradecimento. Sabemos que são só 45 minutos, mas bolas...Afinal de contas, esta cerimónia foi além de mais curta, mais seguida, sem interrupções. Não sei é se terá sido a melhor opção da cadeia televisiva norte-americana ABC.



Bem, espero que percebam que aqui a vossa ilustríssima cronista agridoce dificilmente se engana. Por isso confiança acima de tudo, hum?






Um grande bem haja

[fotos da festa da Vanity Fair depois dos Óscares. 1ªKathryn Bigalow e Jeremy Renner. 2ªCarey Mulligan e Jeremy Renner. 3ªJeff Bridges e Maggie Gyllenhaal]

domingo, 7 de março de 2010

Porque uma aposta nunca vem só..




É verdade, os horários do novo semestre são de facto infames, a passagem da noite de óscares na televisão em directo também leva por arrasto, inevitavelmente, a tentativa de ver a cerimónia de madrugada e para além do mais

este ano

sinto que não vi metade dos nomeados, e que metade dessa metade podia ter excedido ainda mais as minhas expectativas.. mas vamos ver. Posso é dizer que em matéria de cinema sou a amadora desavergonhada cá do sítio - e que se acertar numa boa parte destes nomeados é por palpite ou por figas bem cruzadas.

E porque uma aposta nunca é a mesma coisa a a sério a menos que quando comparados os resultados..

Melhor Actor Principal: Colin Firth // Melhor Actor Secundário: Christoph Waltz // Melhor Actriz Principal: Meryl Streep // Melhor Actriz Secundária: Vera Farmiga // Melhor Realizador: Jason Reitman //Melhor Animação: Up

e fico-me por aqui. Imagem do filme "Single Man" e a curiosidade imensa de o ver numa sala de cinema assim que puder.

(p.s: está certo, as três primeiras categorias já saíram e apesar estarem certas so far não significa que nestes casos em particular já não fosse de esperar. aguardemos..)

Apostas Óscares 2010


Pois é, este ano não há visionamento de Óscares em conjunto para ninguém. Quando digo em conjunto, refiro.me, claro está, a esta fantástica e tão dinâmica parceria de cronistas de travo tão agridoce. Este ano a cerimónia calha num fim.de.semana seguidinho de aulas de horário escandalosamente matutino e como tal a questão nem foi abordada por já se saber o desfecho. Todavia isso não é razão para que as apostas dos possíveis vencedores não sejam lançadas.

E as da KitschOne são:

Melhor Filme: Avatar. The Blind Side. District 9. An Education. The Hurt Locker. Sacanas Sem Lei. Precious. A Serious Man. Up. Nas Nuvens.
Actor Principal: Jeff Bridges - Crazy Heart. George Clooney - Nas Nuvens. Colin Firth - A Single Man. Morgan Freeman - Invictus. Jeremy Renner - The Hurt Locker.
Actor Secundário: Matt Damon - Invictus. Woody Harrelson - The Messenger. Christopher Plummer - The Last Station. Stanley Tucci - The Lovely Bones. Christoph Waltz - Sacanas Sem Lei.
Actriz Principal: Sandra Bullock - The Blind Side. Helen Mirren - The Last Station. Carey Mulligan - An Education. Gabourey Sidibe - Precious. Meryl Streep - Julie & Julia.
Actriz Secundária: Penélope Cruz - Nine. Vera Farmiga - Nas Nuvens. Maggie Gyllenhaal - Crazy Heart. Anna Kendrick - Nas Nuvens. Mo'Nique - Precious.
Filme de Animação: Coraline. Fantastic Mr. Fox. A Princesa e o Sapo. The Secret of Kells. Up.
Melhor Realizador: James Cameron - Avatar. Kathryn Bigelow - The Hurt Locker. Quentin Tarantino - Sacanas Sem Lei. Lee Daniels - Precious. Jason Reitman - Nas Nuvens.
Filme Estrangeiro: Ajami - Israel. El Secreto de Sus Ojos - Argentina. The Milk of Sorrow - Peru. Un Prophète - França. The White Ribbon / O Laço Branco - Alemanha.
Melhor Banda Sonora: Avatar. Fantastic Mr. Fox. The Hurt Locker. Sherlock Holmes. Up.
Melhor Canção: "Almost There", Randy Newman - A Princesa e o Sapo. "Down In New Orleans", Randy Newman - A Princesa e o Sapo. "Loin de Paname", Paris 36. "Take It All", Nine. "The Weary Kind", Crazy Heart.
Melhor Argumento Adaptado: District 9. An Education. In The Loop. Precious. Nas Nuvens.
Melhor Argumento Original: The Hurt Locker. Sacanas Sem Lei. The Messenger. A Serious Man. Up.




A FECHAR:

Fui ao site oficial dos Óscares e descobri isto: http://oscar.go.com/media/2010/pdf/OSCAR_BALLOT.pdf?cid=10_oscars_landingCallout_nominations Vejam e imprimam se puderem. É um boletim de apostas. É espectacular!


A dupla de apresentadores também promete. E não é pouco! Muahahaha


Bem, espero que acerte em algumas coisitas...não era mau, han?
Para quem vai tentar ver, como eu, um forte bem haja para a luta árdua que o espera contra o sono e para quem não vai de todo, uma grande bem haja na mesma porque amAnhã virá aqui outra vez para ver os vencedores, não é assim queridos leitores fidelíssimos?






*

sexta-feira, 5 de março de 2010

Um excelentíssimo fim-de-semana

Amanhã, seguramente, há mais...!
[ A bailarina Masha Kirsanova por Mark Pillai]